terça-feira, 20 de novembro de 2018

Coragem de Mudar


“perto está o Senhor do quebrantado de coração”. (Sl 34:18)

Ela não fora convidada para o jantar, mas, mesmo assim, impulsionada por um desejo de mudança, entrou na casa do fariseu levando consigo um vaso de alabastro com unguento, correndo o risco de ser enxotada. Quebrantada ao extremo, dá a volta na mesa, e estando por detrás, chora aos pés de Jesus, regando-os com suas lágrimas e enxugando-os com os próprios cabelos. A cena era a mais perfeita tradução da palavra arrependimento. Depois de tudo, ainda beija os pés do Senhor, ungindo-os com o unguento (Lc 7:36-39).


Percebendo o que estava acontecendo, Jesus não se importa de ser tocado por uma prostituta. Por sua vez, o fariseu, dono da casa, se escandaliza, não compreende como o Mestre permite ser tocado por uma pecadora. Rejeitada pela sociedade, rejeitada pela religião, mas, sobretudo, rejeitada por ela mesma. Porém, a mulher encontra em Jesus a saída, ela vê no Senhor a grande oportunidade de mudar de vida. E a sua coragem foi maior do que a soma de todos os seus medos. Por isso, mesmo sem convite, entrou naquela casa decidida a pôr fim na sua história de vergonha e dor.

Sua ação é correspondida pelo Senhor. Ele reconhece a sua fé, reconhece a sua humilhação, a sua decisão de enfrentar a todos, de enfrentar a si mesma, a fim de ter uma vida transformada. Enfim, de ver a sua conta zerada. E, de repente, tudo aquilo que esperava ouvir é liberado publicamente pelo Senhor:

“– Perdoados são os teus pecados... A tua fé te salvou; vai-te em paz” (Lc 7:50).

Aqueles que se quebrantam diante de Jesus, jamais ficarão sem uma resposta dele. Esse é o caminho para atingir o seu coração. Os corajosos são os que enfrentam a si mesmos e se derramam diante daquele que é Poderoso para mudar a nossa história.


Laerte Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial