domingo, 30 de dezembro de 2018

No lugar certo na hora certa


Atos 2:1-2

Introdução: você já ouviu alguém dizer que estava no lugar certo na hora certa e por isso foi abençoado? Pois é assim mesmo: Deus escolhe ocasiões para manifestar a sua glória, unção, e bênção. Bem-aventurados os que participam desses momentos, porque a nossa vida pode ser completamente transformada quando estamos no lugar certo na hora certa.

Em Atos 2, a Bíblia relata o dia de Pentecostes, quando o Espírito Santo foi derramado sobre aqueles que estavam reunidos em oração no cenáculo, na cidade de Jerusalém. Aqueles cristãos foram privilegiados, pois provaram de uma unção nunca antes experimentada por ninguém. Verdadeiramente, podemos dizer que aqueles irmãos estavam no lugar certo na hora certa.

Assim sendo, podemos perguntar: O que fez com que aqueles crentes recebessem tão grande unção? O que os levou a estar ali? Vejamos algumas respostas.

Deram ouvidos à voz profética – em primeiro lugar, devemos nos lembrar que Jesus, depois da sua ressurreição, apareceu para mais de quinhentos irmãos (1 Co 15:6) e lhes deu uma ordem: “Ficai em Jerusalém até que do alto sejais revestidos de poder...” (Lc 24:49). Entretanto, no dia em que o Espírito Santo foi derramado apenas cento e vinte estavam reunidos – não sabemos onde estavam os trezentos e oitenta restantes.

Os que deram ouvidos à voz profética foram os que receberam o derramamento do Espírito. Muitas pessoas abandonam o lugar certo, porque não dão ouvidos à voz profética. Entenda que o derramamento do Espírito Santo foi profetizado por Jesus, foi um acontecimento previsto, os discípulos foram avisados, só perdeu a bênção quem não deu ouvido à voz. 

Abriram mão de compromissos – em segundo lugar, temos que considerar que a maioria dos que estavam no cenáculo era da Galileia. Ou seja, para elas, ficar em Jerusalém significava mudar radicalmente os seus compromissos. Quem sabe isso não significou alguns transtornos, investimento financeiro por estar fora de casa, ou até mesmo algum desconforto. Veja que eles permaneceram em Jerusalém quarenta dias esperando o cumprimento da promessa. Para eles, a direção de Deus valeu mais do que qualquer coisa, por isso largaram tudo e correram para o lugar certo esperando a hora certa.

Mostraram disposição – em terceiro lugar, devemos nos lembrar que todos eles haviam enfrentado dias muito difíceis antes da morte de Jesus. Todos foram exigidos emocionalmente e fisicamente. Eles estavam bem cansados, entretanto, o Senhor os convocou a perseverarem unânimes em oração. Para que estivessem no lugar certo na hora certa, aqueles discípulos tiveram que vencer o cansaço e mostrar disposição.

Muitos perdem a bênção porque não querem pagar o preço da perseverança e se entregam ao comodismo. Não querem sair de suas casas para participarem das reuniões de célula, não se dispõem a participar do culto de domingo, não querem ir aos Encontros, Congressos, ou Seminários, e por isso não avançam nem recebem o melhor de Deus.

Estavam juntos – em quarto lugar, entendemos que eles foram abençoados com o derramar do Espírito Santo, porque estavam juntos no mesmo lugar. Estar congregado nas células, nos cultos, e todos os outros ajuntamentos proféticos, é fundamental para recebermos as promessas de Deus. O Salmista ensina que o Senhor ordena a sua bênção quando o povo está em comunhão (Sl 133:3). Quando nos afastamos da comunhão, saímos do lugar certo. Em Pentecostes, os discípulos não estavam simplesmente em Jerusalém, mais do que isso, eles estavam reunidos no mesmo lugar. É como se a lenha já estivesse organizada para a fogueira. Tudo ficou mais fácil, Deus riscou o fósforo e o fogo pegou!

Conclusão: Deus sempre estará disposto a fazer grandes coisas. Na verdade, temos que nos perguntar onde estaremos quando Ele estiver agindo. Quando Deus desmoralizou Baal e seus profetas, havia em Israel sete mil profetas que não se curvaram diante de Baal. Mas somente Elias viu Deus fazer essa obra, os demais não viram o milagre, só ouviram.


Laerte Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial